sexta-feira, 14 de outubro de 2011

sozinha de novo


Never again


Sumi porque só faço besteira em sua presença, fico mudo quando deveria verbalizar, digo um absurdo atrás do outro quando melhor seria silenciar, faço brincadeiras de mau gosto e sofro antes, durante e depois de te encontrar. Sumi porque não há futuro e isso não é o mais difícil de lidar, pior é não ter presente e o passado ser mais fluido que o ar.
Sumi porque não há o que se possa resgatar, meu sumiço é covarde mas atento, meio fajuto meio autêntico, sumi porque sumir é um jogo de paciência, ausentar-se é risco e sapiência, pareço desinteressado, mas sumi para estar para sempre do seu lado, a saudade fará mais por nós dois que nosso amor e sua desajeitada e irrefletida permanência. MM

6 comentários:

Cícero Barbosa disse...

não suma. só é sozinha quem quer, pois se apaixonar é a coisa mais fácil.

Thay Tonon e Bru Souza disse...

smp gostei esse texto, me descreve em muitos momentos infelizmente. adorei aki :D
td mt cuty ><
estamos seguindo amor sz
até a próxima

http://chooseelas.blogspot.com/

MARCO disse...

seguindo

http://rocknrollpost.blogspot.com/

   Kelly.C disse...

nhaac' é lindo o seu blog.

seguindo, retribui?
http://passa-tempopredileto.blogspot.com/

O Nome da Rosa Jóias disse...

Amei oq escreveu... lindo blog

Carolina M. disse...

É um texto da escritora Martha Medeiros. As vezes sumir é melhor do que ficar brigando e se estressando não é?
Muito obrigado a todos pelos comentários :)

Postar um comentário